segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Abençoai as feras e as crianças

Título Original: 
Bless the beasts and the children
País: 
Estados Unidos
Ano: 
1971 
Direção: 
KRAMER, Stanley
Elenco: 
Bill Mumy - Barry Robins - Miles Chapin - Darel Glaser - Bob Kramer - Marc Vahanian - Jesse White - Ken Swofford - David Ketchum - Elaine Devry - Wayne Sutherlin - Bruce Glover - William Bramley - Vanessa Brown - Charles H. Gray
Sinopse: 
Seis garotos que vão para um acampamento de verão são logo rotulados de desajustados e perdedores. Além disto o insensível chefe deles no acampamento os ridiculariza e, para piorar, os leva para ver búfalos que são abatidos a tiros sem nenhuma chance de defesa, pois estão encurralados. Eles então decidem fazer de tudo para salvar os búfalos que estão prestes a serem "executados".
Informações Adicionais: 
Onde Comprar:  
Amazon  
Download: 
Links

Trilha Sonora Original: 

3 comentários:

José Luiz Néia Martini disse...

Cinema que demonstra como nossa sociedade hostil realiza a criação de parias; e filme onde os parias são heróis. Filme que demonstra a inocência das crianças diferentes, e dos bichos, comparativamente ao mundo adulto “normal”. Obra existêncial, onde um bando de garotos muito esquisitos, pois além de tudo o mais... também amotinados contra a brutalidade, são escalados pela arte para defender animais. Filme contra a violência, e esse é o filme que é um verdadeiro hino às pessoas que lutam pelos direitos dos animais, e das crianças consideradas diferentes do padrão camisa-de-força exigido pela sociedade “normal”. Esse é acima de tudo um filme de amor. Amor dedicado às crianças, amor para os animais, e o amor das crianças pelos animais; e amor também simplesmente pela... vida. Vida que pulsa muito mais nas crianças humanas e nos animais; do que nos adultos mentalmente condicionados à crueldade. Essa obra demonstra que o herói não pertence a um mundo “normal”, e acima de tudo demonstra que ele pertence a um mundo de sonho, considerado anormal. Mundo que a criança compreende muito bem, quanto mais anormalmente ela for contra a violência desse mundo cruel; onde para se viver, deve-se... matar. Esse filme baseado num livro de mesmo nome é um libelo da vida, e uma revolta contra esse mundo cruel em que o ser humano tem vivido desde que se descobriu como não gente.

Jesse Joabe disse...

Boa noite. Procuro muito este filme para ve-lo.
Se alguem tiver como disponibilizar agradeço.

Xavis disse...

Vi este filme quando era criança, no ano de 1979 , num sábado a noite,mudando de canal,de nossa tv antiga de seletor eu e minha irmã deixamos no filme. Lembro pouco os detalhes,mas sei que é triste e tem uma mensagem de amizade muito bonita.O que marcou muito foi o final triste com uma trilha sonora dos Carpenters.Queria rever este filme.Valeu.

Postar um comentário